Josenilson Leite - Poeta de Garanhuns
Poemas da vida, palavras do coração
Textos
Tia Lala

Acordei...
Um aperto no coração
Não sei o motivo
Meu Deus!
Quanta aflição!

Amanheceu...
Que dia escuro!
E escuro continuou
Um tempo fechado
De repente o céu chorou.

O dia foi passando
Lentamente...Sem alegria
Pensamentos estranhos
Uma verdadeira agonia.

Meu Deus!
Que sentimento ruim!
Pesadelos, sonhos meus
Por favor, revela a mim
O que foi que aconteceu?

Por volta das quinze horas
A resposta, enfim chegou
Tia Lala foi pro céu
Jesus Cristo a levou.

Lembrei da minha infância
No Sítio Cruz... Só alegrias
Comia coco, jogava bola
Ia na cacimba, corria
A senhora sempre alegre
Dizia... Chega Nicinha!

Eu, meus irmãos minha irmã
No Sítio se divertia
A senhora nos abraçava
Abençoava e sorria.

Fica agora na lembrança
Os meus tempos de Criança
De amor e de alegria.

Queria estar mais perto
Te visitar e te abraçar
Mas não deu tempo minha tia.

A senhora nos deixou
E agora? O que restou?
Fica conosco a saudade
A tristeza, a perda e a dor.

Tia Lala, muito obrigado
A senhora nos deixou
Mas ficou o seu legado
E tudo que nos ensinou.

Seguiremos nessa estrada
Guardado em nossas mentes
Sua inconfundível alegria
Que contagiava a gente
Seu coração puro e fraterno
O carinho e o seu amor.

Descanse em paz Tia Lala...
Josenilson Leite Poeta de Garanhuns
Enviado por Josenilson Leite Poeta de Garanhuns em 31/01/2020
Alterado em 29/03/2020
Comentários
VIDA EM VERSO E RIMA R$20,00 História de um Campeão R$3,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras