Josenilson F. Leite - Poeta de Garanhuns
Poemas da vida, palavras do coração
Áudios
Versos de um Pai

Versos de um Pai
Por: André Flores e Josenilson Leite Poeta de Garanhuns.

Quando você nasceu
O mundo vibrou de alegria
Tudo simplesmente virou magia
Você nasceu, nasceu.

Foi num dia de chuva fina
O frio subiu pela espinha
Vibrei de tanta alegria
Quando você nasceu.

Vi os seus olhos chorando
Naquele momento tive um encanto
Meu rosto molhou em prantos
Quando você nasceu.

Filho(a) seu nome já diz:
Veio ao mundo para ser feliz
Filho(a) perdoe o seu velho
Sei que são modestos os meus versos
Mas, são palavras de amor
Do seu velho pai, pai.

Filho(a) esteja onde estiver
Sempre estarei do seu lado
Segurando a tua mão
Nem que seja na imaginação
Vou estar presente no seu coração
Até quando de Deus eu tiver...
A sua permissão.

Quando você nasceu
O meu coração acelerou
O meu corpo arrepiou
Ali nascia um grande amor
Amor de pai.

Ouvi o seu choro a ecoar
E fiquei a te admirar
O meu coração palpitava
Eu só queria te abraçar
Te colocar no meu colo
Pra te beijar
Pra te amar.

Filho(a) perdoe o seu velho
Sei que são modestos os meus versos
Mas, são palavras de amor
Do seu velho pai, pai.

Filho(a) esteja onde estiver
Sempre estarei do seu lado
Segurando a tua mão
Nem que seja na imaginação
Vou estar presente no seu coração
Até quando de Deus eu tiver...
A sua permissão.
Enviado por Josenilson Leite Poeta de Garanhuns em 11/07/2019
Comentários
VIDA EM VERSO E RIMA R$33,00 História de um Campeão R$3,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras