Josenilson F. Leite - Poeta de Garanhuns
Poemas da vida, palavras do coração
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Nas Chuvas de Garanhuns.
Por: Josenilson Leite - Poeta de Garanhuns

As chuvas em Garanhuns
É tudo de bom que há
É bom para a agricultura
É bom para ir deitar
É bom para um cafezinho
É bom pra criança brincar.

Os pingos que vem da chuva
Escorrem pelo meu rosto
Com as lágrimas da saudade
Porque deixei minha cidade
E estou longe do meu povo.

Brincar na chuva
Eu brinquei 
A saudade é de matar
Sou filho de Garanhuns

Suíça Pernambucana
A Cidade da Garoa
Que vi Gonzagão cantar.

Eu ouço os pingos da chuva
Meus olhos a lacrimejar

Lembro-me daquele tempo
Que brincava sem cansar
Lá Vila do Quartel
Na minha Rua Brejão
Correndo com alegria
Chutando as poças do chão
Até a chuva parar.

Chegava todo molhado
Tomava um banho gelado

Corria para a cozinha
Pra tomar sopa quentinha
Feita com muito carinho
Por minha amada mãezinha

Foram tempos de alegria
Que hoje estão na lembrança
Nas chuvas de Garanhuns
Brincando quando criança.

Por: Josenilson Leite - Poeta de Garanhuns.
www.josenilson.prosaeverso.net
Josenilson Leite Poeta de Garanhuns
Enviado por Josenilson Leite Poeta de Garanhuns em 13/05/2018
Alterado em 27/07/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Josenilson Leite - Poeta de Garanhuns.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

VIDA EM VERSO E RIMA R$33,00 História de um Campeão R$3,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras