Josenilson F. Leite - Poeta de Garanhuns
Poemas da vida, palavras do coração
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Nas Chuvas de Garanhuns.

Me desculpe Sr. Nelson
Mas não posso esperar
Essa chuva em Garanhuns
É tudo de bom que há.

É bom para a agricultura
É bom para ir deitar
É bom para um cafezinho
É bom pra criança brincar.

Os pingos dessa chuva
Parece que molhou meu rosto
Mas são lágrimas de saudades
Porque deixei minha cidade
E lembrei-me do meu povo.

E brincar eu brinquei muito
A saudade é de matar
Deixei minha Garanhuns
Mas tenho orgulho em ser de lá.

Ouço os pingos da chuva
Meus olhos a lacrimejar
Lembro-me daquele tempo
Que brincava sem parar.
Era na Vila do Quartel
Na minha Rua Brejão
Corríamos com alegria
Chutando as poças do chão.

Chegava todo molhado
Tomava um banho gelado
Corria para a cozinha
Pra tomar sopa quentinha
Que foi feita com carinho
Por minha amada mãezinha.

Foram épocas de alegria
Que hoje fica na lembrança
Nas chuvas de Garanhuns
Brincando quando criança.

Por: Josenilson Leite - Poeta de Garanhuns.
www.josenilson.prosaeverso.net
Josenilson Leite Poeta de Garanhuns
Enviado por Josenilson Leite Poeta de Garanhuns em 13/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Josenilson Leite - Poeta de Garanhuns.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

VIDA EM VERSO E RIMA R$33,00 História de um Campeão R$3,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras